27.2.14

Rendilhados



Quando olho para estas imagens (fotografias tiradas em Outubro de 2013) fazem me sempre lembrar rendas, aquelas rendas miudinhas que às vezes via em forma de naperon em casa de um tia.

Na verdade as imagens em si não tem nada de especial, mas eu gosto muito delas.
Será pelas cores?
Será o aspecto deliciado?


26.2.14

Physalis

Das últimas experiências com frutos exóticos, esta foi sem dúvida das melhores.
O Physalis tem um sabor delicado e agradável e as folhas que revestem o fruto tem uma textura que faz lembrar finas folhas de papel.
Sem dúvida daqueles frutos que se pode comprar de vez em quando.




Algumas curiosidades:

Physalis (Physalis peruviana)

Descrição 
O Physalis, também conhecido como alquequenje ou Camapu, é originário da América Central e do Sul. É da família do tomate e consiste numa pequena baga redonda, do tamanho de um berlinde, cheia de pequenas sementes. Quando amadurece, obtém uma coloração amarela-viva e torna-se muito doce.

Como consumir
Retiradas as folhas secas e lavado o fruto, estará pronto a consumir. Tem um sabor agridoce. O physalis é também bastante agradável em compotas e extremamente aromático em saladas, sobremesas e bolos.

Como escolher / manter
Mantenha em local fresco e seco durante várias semanas ou mesmo meses.
Para guardar os physalis para mais tarde, pode retirar-lhes as folhas secas e guardá-los no frigorífico. 

Nutrientes principais
Fibra Alimentar, Fósforo, Ferro, Flavonóides, Vitaminas A e C.

Curiosidades
Existe uma variedade de cor vermelha no Japão, chamada "alkekengi", utilizada para fins medicinais e na elaboração de arranjos ornamentais.
O physalis é utilizado para tratamento de doenças, por tribos nas florestas tropicais da Colômbia, do Brasil e do Peru.

Informação retirada daqui

23.2.14

Terapia para mim, terapêuticas para todos


Continuo a adorar fazer estas almofadinhas terapêuticas de trigo e alfazema, e este fim de semana aproveitei para costurar mais estas!
Aliás este fim de semana a minha terapia (costurar) foi muito produtiva, ando com imensas ideias, só me falta o tempo necessário para colocar em prática alguma delas.

Para quem ainda não sabe como as utilizar, aqui fica:
Podem ser utilizados quentes, basta colocar 2 minutos no micro ondas e tem uma noite quentinha quentinha!Ou frios, colocar no congelador (dentro de um saco de plástico para não absorverem odores) sendo neste caso muito úteis na ajuda ao alivio de dores
Dimensões aproximadas [25x15cm].

Monstrinhos Orelhudos

Já tinha saudades de fazer os meus monstrinhos, mas desta vez resolvi fazer uns modelos diferentes.
Estes como são totalmente em tecido (não tem botões) servem perfeitamente como almofada.
Tendo em conta as formas que saíram desta vez, resolvi chamar-lhe Monstrinhos Orelhudos.

[ Bonecos/almofadas em tecido com medidas aproximadas 35x30cm ]





Photos by ♥ Dora Ramalho

22.2.14

Calças de Pijama

A minha Máti usa umas calças de pijama todos os dias!
Foi então que me lembrei que tenho muitas flanelas que a minha avó comprou para fazer sabe-se-lá o quê? (que nunca chegou a ser feito)!
Ontem à noite meti mãos à obra, e mesmo sem nunca ter costurado umas calças, ou algo parecido, entusiasmei-me e fiz 2 pares de calças.
É tão fácil, não necessitam de saber grandes técnicas de costura, e o resultado final é muito simpático.

Se precisarem de alguma ajuda (já sabem, é só dizer).

Beijinhos





21.2.14

Andorinhas




Um destes dias quando fui buscar a Máti a casa dos meus pais, a minha mãe estava de volta de umas andorinhas em gesso que tinha comprado numa das suas visitas à Lisboa.
Estava a mudar-lhes a cor e a decorá-las à sua maneira, perguntou-me se eu gostava delas, e que as ia colocar na rua.

Eu adorei as andorinhas (à semelhança do Stº António que tenho em minha casa) e disse-lhe que achava um desperdício ficarem na parte exterior da casa, que se fosse eu colocava-as, por exemplo na cozinha (que ainda por cima é pintada com um verde bem giro)!

E foi lá que eles foram mesmo morar!

Bom fim de semana.

17.2.14

Máti Gu


A minha pequena Máti sempre gostou muito de desenhar, pintar, cortar e colar.
Creio que em parte se deve ao facto de ter sempre materiais distintos em casa e de sempre a ter deixado e incentivado a fazer as suas experiências. A verdade é que ela tem jeito e gosto.

A produções de desenhos, recortes e colagens chega a ser incontrolável, ela consegue produzir mais material do que eu consigo arrumar!
Foi então que me lembrei de lhe criar um blog (até porque na escola já começam a falar destas tecnologias e a turma até tem um blog onde vão sendo partilhadas experiências do dia a dia na sala).

A ideia é ir fotografando os seus trabalhos e publicando no blog.
Desta forma acho que vamos conseguir ter  um bonito álbum para ver e rever a qualquer momento, e de ela começar a entender este "novo" mundo.
Para já o entusiasmo é gigante :)

Querem espreitar?

Melano ou Kiwano?!

Agora andamos em experiências com frutos diferentes!
Depois de termos experimentado a Pitaya Vermelha, hoje foi a vez do Melano, o qual vos posso dizer que de delicioso não tem nada.
É lindo, isso sim.
Tem umas cores maravilhosas e umas texturas bem atraentes, mas... valeu pelas fotografias que tirei.

Aqui ficam algumas curiosidades acerca deste fruto:

Melano (Cucumis metuliferus)

DescriçãoO kiwano é originário da África Central e do Sul. Tem uma forma oval e a casca dura, cor de laranja com pequenos espinhos. Contém uma polpa gelatinosa verde com sementes triangulares comestíveis. O seu sabor consiste numa mistura de melão, pepino e lima.

Como consumirCorte o fruto na vertical, em duas metades e remova a polpa gelatinosa com uma colher de sopa. É um fruto cuja utilização maioritariamente decorativa. Seja com o fruto inteiro ou com a sua polpa. A suas sementes triangulares dão um toque original a uma salada. A casca não é comestível.

Como escolher / manterQuando a casca estiver ligeiramente verde, o fruto pode amadurecer à temperatura ambiente. Quando o kiwano amadurecer, não o coloque no frigorífico. O fruto mantém-se bom durante algumas semanas.

Nutrientes principaisCálcio, Ácido fólico, Ferro, Potássio, Sódio, Vitaminas B e C.

Curiosidades
A designação kiwano tem origem numa marca registada, detida por uma empresa de importação do fruto da Nova Zelândia para os EUA.

Informação retirada daqui




16.2.14

Porque os Pais merecem!

Já a pensar no dia do Pai, hoje foi dia de costurar mais algumas almofadas terapêuticas.
Desta vez optei por padrões mais conservadores e discretos, não porque todos os pais o sejam, mas sei que florzinhas, princesas e cupcakes não deve ser do agrado da grande maioria.

Para quem ainda não sabe como as utilizar, aqui fica:
Podem ser utilizados quentes, basta colocar 2 minutos no micro ondas e tem uma noite quentinha quentinha!Ou frios, colocar no congelador (dentro de um saco de plástico para não absorverem odores) sendo neste caso muito úteis na ajuda ao alivio de dores
Dimensões aproximadas [25x15cm].



Photos by ♥ Dora Ramalho

14.2.14

Happy ♥

Apesar do vento, chuva e frio que está lá fora, desejo-vos um dia de S. Valentim muito acolhedor e quentinho.
Não dou grande (nem pequena) importância a estes dias com data marcada no calendário, até porque o importante é viver o dia de S. Valentim todos os dias.
Apaixonem-se, Amem e sejam Felizes!






11.2.14

Almofadas terapêuticas [Lua]

Desta vez deixo-vos as almofadas terapêuticas de trigo & alfazema mas em forma de Lua.
Para acompanhar na hora de deitar bem quentinhos.






8.2.14

Pitaya Vermelha

Descrição
A planta da pitaya vermelha pertence à família dos cactos. A polpa contém algumas sementes pretas.  Quando estão maduras, são fáceis de descascar, tal como uma banana. O sabor é uma mistura de melão e kiwi. Existem dois tipos de pitaya vermelha: a de polpa roxa e a de polpa branca.

Como consumir
Corte o fruto na vertical em duas metades. Depois, corte as duas metades em fatias tipo melancia, ou remova a polpa com uma colher. A casca não é comestível e a polpa come-se crua, como se de um kiwi se tratasse. Não só devido à textura semelhante, como também às pequenas sementes pretas e crocantes. É uma fruta de sabor neutro, de utilização predominantemente decorativa.

Como escolher / manter
Se a casca ainda se encontrar um pouco verde, deixe o fruto amadurecer à temperatura ambiente. Estará madura quando totalmente amarela ou alaranjada. A partir daí, deve mantê-la no frigorífico e comê-la dentro de poucos dias.

Nutrientes principais
Cálcio, Ferro e Vitamina C.

Curiosidades
A pitaya vermelha também é conhecida como fruta do dragão.
Os franceses introduziram a pitaya vermelha no Vietname há cerca de 100 anos. Começaram a ser cultivadas para o rei e mais tarde para as famílias abastadas do Vietname.

Informação retirada daqui.


Photos by ♥ Dora Ramalho

4.2.14

Parabéns Pai!


Fevereiro é o meu mês, é o mês do meu aniversário, do aniversário do meu pai e o da minha princesa :)

Parabéns Pai, hoje é o teu dia!
Estás um aninho mais crescido, com mais juízo e com mais dores nas costas, agora quando falo de ti com a princesa passaste a ser o Avô!
O Avô da princesa que te adora, como eu falo (ainda hoje) do MEU AVÔ, vejo que a princesa fala da mesma forma de ti, o meu Pai, o SEU AVÔ.
Obrigada por tudo, pelo pai e avô que ês!

Photo by ♥ Dora Ramalho

1.2.14

Tecidos Novos :)





Photos by (Dora Ramalho)

Hoje foi dia de compras, muitos tecidos novos para trabalhar!
Já estou cheia de ideias para os usar...
Bem, para além dos tecidos também comprei mais umas plantas, para juntar às outras aromáticas cá de casa, Poejos, Caril, Malagueta, Menta Chocolate, Rosmaninho e Tomilho Limão.

Portanto estou feliz, voltei para casa com tudo o que gosto!