26.2.14

Physalis

Das últimas experiências com frutos exóticos, esta foi sem dúvida das melhores.
O Physalis tem um sabor delicado e agradável e as folhas que revestem o fruto tem uma textura que faz lembrar finas folhas de papel.
Sem dúvida daqueles frutos que se pode comprar de vez em quando.




Algumas curiosidades:

Physalis (Physalis peruviana)

Descrição 
O Physalis, também conhecido como alquequenje ou Camapu, é originário da América Central e do Sul. É da família do tomate e consiste numa pequena baga redonda, do tamanho de um berlinde, cheia de pequenas sementes. Quando amadurece, obtém uma coloração amarela-viva e torna-se muito doce.

Como consumir
Retiradas as folhas secas e lavado o fruto, estará pronto a consumir. Tem um sabor agridoce. O physalis é também bastante agradável em compotas e extremamente aromático em saladas, sobremesas e bolos.

Como escolher / manter
Mantenha em local fresco e seco durante várias semanas ou mesmo meses.
Para guardar os physalis para mais tarde, pode retirar-lhes as folhas secas e guardá-los no frigorífico. 

Nutrientes principais
Fibra Alimentar, Fósforo, Ferro, Flavonóides, Vitaminas A e C.

Curiosidades
Existe uma variedade de cor vermelha no Japão, chamada "alkekengi", utilizada para fins medicinais e na elaboração de arranjos ornamentais.
O physalis é utilizado para tratamento de doenças, por tribos nas florestas tropicais da Colômbia, do Brasil e do Peru.

Informação retirada daqui

Sem comentários :