31.3.14

À espera dos raios de sol

Lá fora continua a chover e nós cá por casa continuamos à espera dos dias amenos e solarengos.
Eu pessoalmente, já tenho muitas saudades de andar descalça por casa, de calçar as havaianas ao fim de semana e principalmente das brisas quentes ao final do dia.
Tem sido um inverno muito cinzento e chuvoso e as minhas baterias começam a acusar a falta de Sol (creio que já o tinha dito por aqui).


Gosto muito destas fotos que tirei por dias ainda quentes, mas que ficaram à espera da sua oportunidade, são gotas, não de chuva, mas de orvalho repousando em algo tão simples como uma folha de couve...


Boa semana!

27.3.14

Galo

Há algum tempo atrás li uma notícia sobre o facto de uma grande percentagem de crianças nos estados unidos achar que os ovos são construídos numa fábrica (tipo latas de atum), certamente que não é só nos estados unidos que isto acontece, acredito perfeitamente que em Portugal já devem existir muitas crianças com uma ideia semelhante.

Eu gosto que a minha filha tenha contacto com a natureza, com o campo, que suje as mão na terra quando anda armada em "coco bichinhos", que goste dos animais e os respeite.
Este galo e a restante família ficaram de papinho cheio depois de serem generosamente alimentados pela Máti, por alturas da vindima em visita a terras do norte.

Que saudades!



25.3.14

Individuais Namorados

Gosto imenso deste tecido a imitar os lenços dos namorados, já fiz algumas coisas com ele e agora que ando numa de fazer panos individuais cá para casa, este fim de semana que passou resolvi fazer um conjunto de 4 panos individuais.






Estes dão para usar dos dois lados, amarelo com bolinhas brancas, ou com o padrão dos lenços dos namorados.
Parecem-me ideais para a Primavera (embora tímida) que se aproxima, não acham? 

24.3.14

Bloglovin

Já aqui tinha falado do Bloglovin mas tenho de voltar ao tema, pois é realmente um serviço excelente.
Primeiro porque é fácil manter actualizada a lista de blogs/posts que temos para ler, segundo porque em qualquer dispositivos que estejamos a usar essa actualização mantêm-se, ou seja, se já li um determinado post ele já não me aparece por ler se mudar de dispositivo (iphone, ipad ou pc).


Se não conheces está na hora de experimentar ;)
A terceira vantagem é que também podes seguir o ziripiti e deixar os teus comentários!


23.3.14

Panos Individuais Kids :: Encomenda

Já não costurava destes panos individuais à bastante tempo.
Quando fiz o primeiro foi na altura em que a Máti começou a ajudar a pôr a mesa, e estes panos individuais ajudaram pois era mais fácil chegar e não ter os talheres trocados :)




Estes dois conjuntos de panos individuais com taleigo para guardar vão para um menino.
Espero que ele goste e que o ajude também a ele, tal como ajudou cá em casa à Máti.




20.3.14

Washi Tapes :: Ideia para aplicação em molas da roupa

Depois de já ter deixado a ideia de decorarem as velas de chá com as washi tapes, hoje resolvi experimentar com as tradicionais molas da roupa em madeira.


É também um processo super simples, basta aplicar a washi em uma das faces da mola e cortar o excesso de forma a que a fita fique à face.


Depois de aplicar a fita lembrei-me que ficariam giras se as transformasse em ímans para o frigorífico. E para isso bastou colar com cola quente um íman na parte de trás da mola.


Claro que ainda há molas livres, mas vai ser por pouco tempo!
Digam lá que o meu frigorífico não ficou bem giro?


17.3.14

Washi Tapes :: Ideia para aplicação em velas

Hoje deixo-vos aqui uma sugestão para aplicação das já tão faladas washi tapes.


Não custa nada, e dá um toque especial àquelas velas brancas (tea light ou velas de chá) e sem graça.


Agora que comprei as washi tapes, vou fazer algumas experiências e vou deixando aqui algumas sugestões.


Caso estejam na disposição de partilhar aqui algumas ideias de aplicação, deixem aqui as vossas sugestões ;)


16.3.14

Sr. Bigodes

Apresento-vos o Sr Bigodes, ou Bigas!
O novo membro da família chegou hoje e já se está a ambientar.


Depois de muitos e muitos pedidos da pequena Máti, chegou o momento de lhe fazer a vontade e aumentar a família de bicharada residente cá em casa.


Eu nunca tive um gato na vida, sempre vivi rodeada de cães, mas tenho de concordar que este gato é lindo!


Vamos ver agora como corre a vida cá por casa com mais um!
Dicas?

Na nossa horta

Na nossa mini horta temos algumas experiências em curso, e posso dizer que está a correr muito bem!


A couve flor está linda, o aipo cresce que não tem fim (já comecei a congelar) e as beterrabas lá vão crescendo, mas ficaram muito juntas, para a próxima tenho que ter mais cuidado e dar-lhes espaço!



É muito bom termos uma mini horta em casa, para além de ser possível ir buscar uma alface fresca num instante, é muito gratificante ver o desenvolvimento daquilo que iremos consumir em breve.



E tu? consegues "cultivar" alguns legumes em casa?

14.3.14

Bases para Tachos

Depois da experiência que fiz de base para tachos, resolvi replicar a mesma mas com outras cores.


Base para tachos em feltro :: Cores azul turquesa, branco, vermelho e azul escuro



Base para tachos em feltro :: Cores azul turquesa e castanhos.



Base para tachos em feltro :: Cores amarelo, laranja e castanhos.

9.3.14

Base para Tachos

Decidi que os meus panos individuas precisavam de uma companhia à altura e decidi fazer também uma base para tachos a condizer.



Boa semana!

Panos Individuais

Gosto de colocar panos individuais na mesa, não sei bem explicar, mas acho que fica tudo com um ar mais composto e acolhedor.


Então hoje resolvi fazer um conjunto de 4 panos individuais para alegrar os dias de Sol que devem estar quase a entrar pela casa.
Estes ficaram reversíveis e gostei muito do resultado final desta conjunção de cores.



Hummm, a ver bem acho que ainda vou fazer outros, com outros tecidos é claro!
Lá está a minha terapia de fim de semana a funcionar em pleno.




Agora só falta mesmo é o Sol para alegrar ainda mais a mesa na hora da refeição.


Ficaram giros não acham?

8.3.14

Mochila Homemade

A Máti finalmente decidiu-se em frequentar as aulas de dança.
Quando tinha 3 anos começou a ter ballet, o qual adorava, mas aos 6 anos perdeu o interesse, e desde então nunca mais voltou a querer praticar qualquer tipo de actividade relacionada com dança, embora seja notório que gosta bastante.

À cerca de 1 mês foi ver um espectáculo com a avó e ficou novamente muito motivada tendo pedido para ir para a escola de dança (das meninas que viu dançar naquela noite com a avó).
O fim de semana passado foi a assistir a uma aula e hoje já foi começou.


Sendo que são aulas de hip-hop não precisa de nenhum equipamento em especial, a não ser uns ténis que devem ser usados apenas para as aulas, e um lanchinho para o intervalo.

Tendo visto no outro dia um post da Constança, com todos os passos para fazer uma mochila para o Rodrigo levar para a praia, hoje lembrei-me de fazer uma para a Máti levar para as aulas de dança.

Quem não conhece a Constança Cabral do Saídos da Concha?
Devem ser poucas as pessoas que gostam deste tipo de actividades que não a conhecem, o blog dela é inspirador, visitem!


no meu dedo

Olho lá para fora e vejo Sol, céu azul. Enquanto estendo a roupa sinto o calor a aquecer me a cara e percebo que afinal as saudades dos dias quentes e luminosos eram maiores do que eu pensava.

Lembro-me do Verão e sinto saudades de andar descalça, acho que estou a precisar de férias, mas para isso ainda falta um pouco.


Bom fim de semana!

6.3.14

Anona

Mais uma visita ao mundo dos frutos exóticos, que desta vez teve um final feliz!
A Anona é um fruto que eu considerei "simpático", não tendo nenhum sabor muito característico é agradável e suave, de qualquer forma continuo a achar que não há nada como a nossa melancia e o nosso melão!



Algumas curiosidades:

Anona (Anona cherimola)

Descrição 
A anona é verde, têm forma oval e é revestida por uma casca fina e invulgar. A polpa branca é extremamente doce e suave, como uma combinação de banana, baunilha, manga, papaia, ananás e coco. Em Portugal, quando há falta de anona nacional, usam-se como substitutas a Atemóia do Brasil e a Cherimoya de Espanha.

Como consumir
A anona é frequentemente consumida ao natural, cortando-a ao meio e retirando-lhe as sementes. Pode ser transformada em puré e utilizada em gelados ou outras sobremesas com sabores de fruta.

Como escolher / manter
Escolha anonas que cedam ligeiramente ao toque. Anonas duras estão demasiado verdes e provavelmente são secas. Manchas castanhas ou negras não são um problema. São apenas defeitos epidérmicos provocados pelos ramos vizinhos na árvore. Mantenha as anonas à temperatura ambiente até amadurecerem. Atenção, porque amadurecem muito depressa. Depois de maduras, pode mantê-las no frigorífico durante dois a três dias.

Nutrientes principais
Hidratos de Carbono, Fibra, Cálcio, Niacina, Fósforo, Potássio e Vitamina C.

Curiosidades

No Brasil, a folha da árvore da anona é chamada graviola e tem sido muito utilizada na medicina alternativa.
Não está cientificamente comprovado, mas diz-se que o sumo de anona é benéfico no combate ao colesterol e há também quem diga que ajuda no tratamento de doenças oncológicas, principalmente durante o tratamento de quimioterapia.

4.3.14

Microlegumes :: Microleaves

Já em tempos tinha falado aqui no blog do processo de germinar sementes, foi uma experiência extraordinária e que tenciono voltar a repetir quando os dias começarem a estar mais amenos e luminosos.
Enquanto isso não acontece, resolvi comprar microlegumes ou microleaves, para experimentar outras variedades e é incrível o sabor tão característico de cada um.

Para além dos sabores predominantes são excelentes a dar "aquele toque" distinto a qualquer prato.
Já experimentaram?


Mostarda            ::            Amaranto            ::            Alfafa            ::            Rabanete

Enquanto experimento também continuo a fazer as minhas pesquisas para saber um pouco mais sobre estas verdadeiras maravilhas.

Aqui ficam algumas informações que encontrei:
"As microleaves são a forma inicial de vegetais comestíveis, produzidos a partir de semente de variedades de hortícolas e ervas aromáticas. São colhidos ao fim de 7 a 20 dias de idade conforme as variedades, quando os cotilédones estão completamente desenvolvidos e em algumas variedades aparecem as primeiras folhas verdadeiras. Os Microleaves por serem colhidos tão cedo contém uma elevada concentração de nutrientes e antioxidantes benéficos à saúde.
A produção de Microleaves tem origem na Califórnia nos anos 90 fruto da originalidade dos restaurantes com estrelas Michelin e rapidamente captou o interesse e imaginação de chefs de renome à volta do mundo.
Com o seu aspecto fresco e tenro, os Microleaves são uma mais valia no desenvolvimento de uma cozinha criativa, com as suas cores, texturas, sabores e aromas intensos podem ser utilizados das mais diversas maneiras: como numa simples salada, na decoração de pratos, sopas, carne , peixe, em sanduiches e sobremesas". Informação retirada daqui

Microlegumes de Rabanete Rosa

Aqui está outra maravilha, fascinaram-me logo pela cor, e o que é mais surpreendente é o sabor que efectivamente tem a rabanete. O meu primeiro pensamento foi, não é possivel...mas é!

Já experimentaram?




Sabor: Picante, Rabanete.
Como consumir: Saladas, Sopas, Refogados, Sanduiches, Sushi, Queijos e Carnes.