25.3.16

O mundo ao avesso (9 - amigos)

Os amigos são a família que podemos escolher, e das coisas mais importantes quando passamos por uma doença que nos mostra o quanto somos efémeros, são as pessoas que nos rodeiam, família, amigos, conhecidos.

Sempre ouvi uma frase, Queres saber quantos amigos tens? Dá uma festa. Queres saber a qualidade deles? Fica doente.

Pois estas frases feitas não surgem sem motivo, e esta é uma enorme verdade.

Uma coisa que descobri com a minha doença, foi a qualidade dos amigos que me rodeavam e daqueles que estavam mais afastados, digo que descobri porque estava realmente enganada principalmente em relação aos que me rodeavam.

Tive enormes surpresas, umas más, mas muitas boas.
Curiosamente aqueles que aparentemente estavam mais próximos afastaram-se, não tiveram tempo, afinal não se tratava de nenhuma festa e portanto a disponibilidade ficou muito limitada, na altura fiquei triste, magoada e desiludida, mas agora sinto-me feliz que assim tenha sido. Afinal de contas não vivo enganada, e sei que se der uma festa eles voltam a aparecer.

Outro dos pontos positivos foi que os amigos que estavam aparentemente longe, afinal não estavam assim tão longe, e demonstraram realmente que mesmo afastados continuam a ser amigos, pessoas preocupadas e que conseguem arranjar tempo para dar um pouco de apoio nos piores momentos da vida.

A esse eu não me canso de agradecer, pois foi muito importante o carinho, o ombro amigo, as palavras.

No fim de tudo sinto-me uma pessoa especial e felizarda, estive rodeada de pessoas maravilhosas, descobri com quem posso efetivamente contar e percebi quem se preocupa realmente comigo, amigos que estavam longe e ficaram perto, colegas de trabalho que foram incansáveis e me mimaram muito, e a minha família que esteve ao meu lado de forma incondicional.

A todos, e vocês sabem quem são, volto a agradecer, por me acompanharem nesta caminhada.

Feliz de quem tem amigos, feliz de quem sabe quem eles são.



Porta e Puxador algures por Praga
Photos by ♥ Dora Ramalho

5 comentários :

Luisa Carvalho disse...

aperto grande no coração. adoro-te.

Dora Ramalho disse...

<3

Rute Leite disse...

Amiga melhor que tu só tu o resto não interessa e como sempre és uma mulher que consegue tudo tens a quem sair e isto é só mais uma batalha na tua vida .Tu és uma heroína. Força beijinhos e um abraço do tamanho do mundo

Rute Leite disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Dora Ramalho disse...

Muito obrigada querida Rute :)
Beijinhos grandes